Elopement wedding: 5 dicas para fazer o seu

Se você achou esse termo um palavrão e não faz a menor ideia do que é isso, então a gente traduz pra você ;) Sabe aquele casamento sem convidados que está causando o maior burburinho por aí? Então, é dele que vamos falar hoje.

É um conceito aintiiiiiiiiiiiiiiiiiiigo de quando os casais fugiam para casar por amor, e hoje virou sinônimo de casamento econômico.

Se esse tipo de celebração é exatamente o que vocês sonham, então confira as 5 dicas para fazer um elopement wedding:

Embora não tenha convidados, ele é um casamento como qualquer outro.

Parece até mais confortável fazer um casamento sem convidados, você nem precisa esquentar muito a cabeça com os preparativos, certo? Errado! Ele é um casamento como qualquer outro, com um importante detalhe, é o SEU casamento. Por isso, ele tem que ser o mais lindo e emocionante possível. Infelizmente você não vai escapar dos preparativos. Pense com carinho no local, na data, no vestido, nas alianças, nos votos, no fotógrafo, no celebrante e na festa/jantar/almoço que virá depois de tudo isso. É bastante coisa para pensar, mesmo que seja somente um momento intimista.

O celebrante é muito importante

Apesar de ser uma celebração quase sem regras e tradições, é muito importante ter alguém para conduzir a celebração. Não precisa ser um padre, pastor ou juiz de paz se você não quiser. Mas ter ali um celebrante nesse momento, vai deixar esse momento muito mais emocionante, tenha platéia ou não.

Escolha com carinho o local

O local da celebração também dita o tom do casamento. Ele pode ser escolhido com base na história do casal (na praia onde se conheceram, por exemplo), ou em um destino turístico que o casal sonha conhecer. O mais legal de tudo é que esse tipo de cerimônia dá ao casal liberdade TOTAL de escolha. Pode ser no alto de uma montanha, no meio de uma floresta, em um barco, na praia, em casa, ou em qualquer país desse mundão.

the Hearnes

Não esqueça do fotógrafo

Você já sabe né? Fotografia é a melhor forma de guardar a lembrança desse dia tão especial, por isso não deixe de incluir ele no ser orçamento (incluindo as despesas de viagem, caso vocês escolham um destinho longe de casa).

the Hearnes

Esteja ciente do lado negativo das coisas

Não podemos esquecer que o casamento sem convidados é uma escolha que pode gerar algum desconforto para os familiares e amigos mais queridos. Por isso, se você ainda não está bem certa se essa é a melhor escolha, e talvez queira muito que pelo menos algumas pessoas participem, pondere sobre isso, e estude a possibilidade de fazer um mini wedding (nem que seja com carinha de Elopement wedding).

Veja também

Compartilhar

Sobre Rubia Rocha

Rubia Rocha, publicitária, designer e apaixonada por artesanato, estava decidida a produzir o seu próprio casamento na intenção de encontrar alternativas criativas para subir ao altar. Para se organizar melhor, começou a arquivar as melhores inspirações e ideias no Blog do casamento, que hoje é referência no assunto.



Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado Os campos obrigatórios estão marcados com *