Vale Europeu – Passeio por Timbó e Pomerode

Ah gente, apaixonei pelo Vale Europeu!

Como moro em Curitiba, estamos acostumados a passar as férias ou dar pequenas escapadinhas para o litoral Catarinense. Desde criança fui acostumada assim. Meu pai me buscava na escola na sexta feira, e íamos de uniforme mesmo pra praia hahahah… Então de praia catarinense eu entendo bem, mas nunca tinha desbravado o interior, aquela parte bem europeia cheia de tradição.

Depois do meu episódio desgostoso da vida , eu e o Gabe decidimos bem de última hora viajar para o Vale Europeu para dar uma renovada nos nossos ânimos. Confesso que foi a melhor coisa que fiz.

Vale Europeu timbo e pomerode 5

Timbó – Vale Europeu

Passeios em parques, visitas a museus e monumentos nacionais, gastronomia típica, festas tradicionais e esportes de aventura em meio à natureza. Essas são algumas das atrações turísticas que Timbó oferece aos visitantes. A cidade de vegetação exuberante, encravada em região montanhosa, é bom local para a prática do voo livre e também ponto de partida e de chegada do primeiro circuito de cicloturismo do país. O município integra o Roteiro Nacional de Imigração e celebra suas heranças culturais na Festa do Imigrante, em outubro.

Decidimos ficar em Timbó, com paradas estratégicas em alguns pontos de Pomerode. Mas o Vale Europeu tem muito mais para ser mostrado, só que para isso não dá pra ficar só 3 dias, como ficamos.

Ficamos no hotel Blue Hill. Um hotel urbano, com boa estrutura, bem novinho e com atendimento espetacular. Do hotel fomos de carro mesmo para os pontos turísticos, que são muito fáceis de encontrar, porque a cidade é toda muito bem planejada para o Cicloturismo, com um trânsito organizado e placas indicativas por todo lado.

Apesar de ter forte influência alemã, a cidade oferece muitas opções de bares e restaurante para todos os gostos e bolsos.

O que visitamos em Timbó:

Ponte Pencil – que fica bem próximo do hotel e pudemos ir a pé =) Lugar sensacional, turístico e que vale a pensa visitar.

Vale Europeu timbo e pomerode 4Vale Europeu timbo e pomerode 3 Vale Europeu timbo e pomerode 7 Vale Europeu timbo e pomerode 6
Vale Europeu timbo e pomerode 35

Cervejaria Borck – Boa cerveja com preço justíssimo. Claro que essa paradinha foi total influência do Gabe, que é muito apreciador de cerveja artesanal. É impossível não visitar pelo menos uma cervejaria nessa região cheia de opções.

Museu da Música – Um lugar lindo e uma viagem no tempo.
O Salão Hammermeister é tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN). Abriga mais de mil peças, entre instrumentos musicais e acessórios, literatura musical, partituras, desenhos técnicos, métodos e material didático de diversos lugares do mundo, além de coleção de fotografias, programações e gravações de atividades musicais de Timbó e região. Todo terceiro domingo do mês ocorre o Café Musical, com recitais.

Vale Europeu timbo e pomerode 23Vale Europeu timbo e pomerode 36
Vale Europeu timbo e pomerode 25Vale Europeu timbo e pomerode 37

Jardim Botânico – Um parque grande, silencioso e muito gostoso para descansar ou caminhar. Passamos ótimos momentos em meio a esse mar verde, como vocês podem perceber hehehe

Vale Europeu timbo e pomerode 9Vale Europeu timbo e pomerode 13 Vale Europeu timbo e pomerode 12 Vale Europeu timbo e pomerode 11 Vale Europeu timbo e pomerode 10

Pomerode – Vale Europeu

Pomerode também é uma cidade linda, cheia de casas majestosas e pontos turísticos incríveis. A distância entre as duas cidades é de mais ou menos 20 km, por isso é possível fazer passeios do tipo “bate e volta” de uma cidade para outra.

A herança cultural dos imigrantes vindos da Pomerânia, região histórica que ocupava o norte da Alemanha e a Polônia, é marcante nesse município do Vale Europeu. São mais de 300 casas em estilo enxaimel, que fizeram a Prefeitura reivindicar o título de município, fora da Alemanha, com o maior número de construções desse tipo.

Pomerode também tem a maior quantidade de imóveis tombados pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN) entre as cidades que integram os Roteiros Nacionais de Imigração. O Núcleo Rural de Texto Alto foi tombado pela Unesco sob a designação Paisagem Cultural – local onde a relação entre a cultura humana e o ambiente natural conferem uma identidade singular.

O legado dos colonizadores também está presente na gastronomia, com destaque para o eisbein (joelho de porco), o kassler (bisteca de porco), o marreco recheado e também para os pães, cucas, bolachas e tortas. Tudo isso e muito mais pode ser apreciado em roteiros prontos, como a Rota do Enxaimel e o Roteiro de Arte e Charme.

Vale Europeu timbo e pomerode 1

O que visitamos em Pomerode

Rota Enxaimel – que pode ser feira de carro ou biclicleta. A rota tem como cenário as dezenas de construções de estilo enxaimel que existem na localidade de Texto Alto (tombada pela Unesco como Paisagem Cultural). O roteiro ainda prevê paradas em ateliês de artistas e artesãos, na Pousada da Estufa (antiga estufa de tabaco), na Casa de Taipa e na Casa Voigt/Wachholz, que começou a ser construída em 1867 – o enxaimel mais antigo da cidade.

Vale-Europeu-timbo-e-pomerode15 Vale-Europeu-timbo-e-pomerode16 Vale-Europeu-timbo-e-pomerode17 Vale-Europeu-timbo-e-pomerode19Vale-Europeu-timbo-e-pomerode38Casa Siewert


Oxford (loja da fábrica)
– impossível não comprar alguma coisinha nessa loja cheia de louças, taças e cerâmicas com preços super convidativos.

Vale-Europeu-timbo-e-pomerode40

Pousada Mundo Antigo – Uma viajem no tempo e um passeio indispensável. A pousada também tem um restaurante para quem não puder se hospedar nos chalés. Quem almoçar ali tem passe livre para conhecer as casinhas no estilo enxaimel dispostas em uma pequena colina recapada por um gramado verdinho lindo. Se tiver sorte  você poderá ver os pôneis pastando ali pelo local. Uma vilinha fora da realidade, mais parecida com o condado dos Hobbits =)

Vale-Europeu-timbo-e-pomerode22 Vale-Europeu-timbo-e-pomerode21 Vale-Europeu-timbo-e-pomerode20Vale-Europeu-timbo-e-pomerode42

Casa do Imigrante Carl Wegee
Uma casa de estilo colonial alemão com museu que preserva móveis antigos, roda-d’água, um rancho com moenda de cana-de-açúcar e outro com a atafona (moinho de fubá). Para quem não sabe, a família Weege é a fundadora da empresa Malwee.

O jardim desse lugar é deslumbrante. É o tipo de passeio que rende fotos incríveis para o seu álbum de viagens =)

Vale-Europeu-timbo-e-pomerode30 Vale-Europeu-timbo-e-pomerode29Vale-Europeu-timbo-e-pomerode43 Vale-Europeu-timbo-e-pomerode27Vale-Europeu-timbo-e-pomerode31 Vale-Europeu-timbo-e-pomerode26Vale-Europeu-timbo-e-pomerode32Vale-Europeu-timbo-e-pomerode33

Pavilhão de eventos
Passamos pelo pavilhão justamente no dia que estava rolando um encontro de foods-trucks. Sorte pura! Almoçamos um sanduíche de ciabatta com Pancetta e Jägermeister sensacional, da galera do Maverick Gastronimia Etinerante .

Vale-Europeu-timbo-e-pomerode44Encontro de foods-trucks no pavilhão de eventos de Pomerode

Cervejaria Schornstein
Um lugar bonito, com degustação de cerveja onde é possível almoçar, fazer happy hour e petiscar, mas o atendimento deixa muito a desejar, infelizmente =(

Vale-Europeu-timbo-e-pomerode34

Resumindo… Vá!

Não deixe de viver essa experiência cultural riquíssima. É lindo! As paisagens são de encher os olhos. Com certeza você vai gostar =)

Para saber mais sobre o Vale Europeu, clique aqui.

Veja também

Compartilhar

Sobre Rubia Rocha

Rubia Rocha, publicitária, designer e apaixonada por artesanato, estava decidida a produzir o seu próprio casamento na intenção de encontrar alternativas criativas para subir ao altar. Para se organizar melhor, começou a arquivar as melhores inspirações e ideias no Blog do casamento, que hoje é referência no assunto.



Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado Os campos obrigatórios estão marcados com *