4 dicas para um quarto de bebê funcional e atemporal

Planejar o quarto do bebê é como pintar um quadro começando com uma tela em branco. Nesse momento vem aquela dúvida do que comprar, que cor pintar, que estilo escolher. Se você está nessa fase, confira só as dicas se separamos para você planejar o quartinho do seu bebê trabalhando no melhor custo benefício possível.

Escolha móveis versáteis

Um dos maiores arrependimentos dos pais que tem crianças (que já não são mais bebês) é planejar o quartinho pensando somente no momento “recém nascido/ bebê de colo”. Acredite, essa fase passa tão rápido que não vale a pena investir em quartinhos pomposos somente para essa fase.

Então a dica é: Invista em móveis mais democráticos, que possam ser aproveitados depois. Por exemplo: berços que viram mini-camas, guarda roupa ou cômodas mais neutras, que possam acompanhar o crescimento da criança. Assim você vai passando as fases apenas se preocupando em mudar os itens decorativos, de acordo com as preferências do seu filho, o que vamos combinar sai muito mais barato.

Fuja do tradicional azul com rosa

A menos que você queira, hoje felizmente os quartinhos dos bebês podem ser muito mais coloridos e divertidos. Aposte em papéis de parede com temas, estampas e cores menos óbvias. Quartos monocromáticos e combinações com cores mais sóbrias como o preto e o cinza estão super em alta além de ser uma ótima estratégia para deixar o quartinho mais atemporal.

Circulação é preciso

As coisinhas do bebê precisarão de um certo planejamento para serem armazenadas, além disso você também terá que pensar em alguns detalhes da nova rotina, onde irá trocá-lo, onde irá amamentar, guardar as roupinhas e fraldas. Para esse montante de coisas, o ideal é ter um guarda roupa ou dois no quarto, contar com uma cômoda, uma poltrona e o bercinho, ocupando assim todas as paredes do quarto, certo? ERRADO!  Encher o quarto de móveis não é a melhor das estratégias se a sua casa não tem tanto espaço. 

Se esse for o seu caso, talvez você precise abrir mão de algumas coisas, para deixar o máximo de espaço livre possível para quando o seu bebê começar a engatinhar. Quanto mais espaço livre, menor o tempo que você perde correndo atrás dele para evitar que se machuque. Por exemplo: Se o seu apartamento é pequeno, talvez você tenha que abrir mão de um guarda roupa e usar apenas a cômoda, guardando o excedente no seu próprio guarda roupa. Talvez a poltrona de amamentação roube muito espaço no quarto e você tenha que amamentar na cama ou no sofá, usando uma almofada de amamentação como suporte. Pense com bastante cuidado em tudo que vai colocar no quartinho, para não comprometer o espaço de circulação.

O custo benefício do método montessoriano

O método montessoriano estimula a autonomia do bebê e da criança, vale a pena estudar melhor sobre o assunto. Além de super estimulante, você pode simplificar pacas as coisas na hora de montar o quartinho do bebê. Já pensou em colocar o colchão no chão? Deixar os brinquedos em um baldinho, para que a criança tenha acesso a tudo que possa brincar? É mais fácil do que você imagina.

Aqui em casa, com a notícia dos gêmeos, confesso que quebrei um pouco a cabeça sobre como planejar o quartinho.

Depois de muita pesquisa, resolvi aceitar um berço doado da minha amiga para que eles pudessem dormir juntinhos até os 4 meses. Depois disso o berço foi doado, comprei um tapete de EVA para colocar no chão, que durante o dia vira o cantinho das atividades onde eles brincavam enquanto eu trabalho. O quartinho ficou só nisso mesmo, porque durante a noite eles dormem com a gente ainda, numa espécie de cafofo que eles adoram, composto de muitos colchões e travesseiros ao lado da nossa cama. Simples assim.

Ah Rubia, meu filho com 1 mês já vai para o quarto. Não quero ser dessas mães que deixam o filho atrapalhar o casal.

Tudo bem! Eu pensava exatamente desse jeito, mas mordi bem a minha linguinha heheheh. Eu confesso que amo (e o marido também) ter eles do ladinho da gente no quarto, dá uma sensação de proteção, deles embaixo das minhas asas, além de ser bem mais prático, acordar e já resolver o chororô em alguns segundos. Quando é inverno, melhor ainda… Fica todo mundo bem quentinho no quarto.

Somente agora, que eles estão com 2a6m que vamos efetivamente planejar o quartinho, mas utilizando muito do que já tínhamos comprado na fase bebezinho (cômoda, prateleiras, decoração).

Se eles vão querer migrar para o quarto deles? Não sei… e também não vou forçar. Quero que seja natural e seja uma iniciativa vinda deles.

Mais tarde vou fazer um post contando sobre esse planejamento 2021 do quartinho novo =)


Meus bacuricos em 2019 com uns 8 meses brincando no chão do quartinho deles.

Published by Rubia Rocha

Rubia Rocha, publicitária, designer e apaixonada por artesanato, estava decidida a produzir o seu próprio casamento na intenção de encontrar alternativas criativas para subir ao altar. Para se organizar melhor, começou a arquivar as melhores inspirações e ideias no Blog do casamento, que hoje é referência no assunto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close Bitnami banner
Bitnami