Atividade física durante a gestação melhora a saúde da mãe e do bebê

O que muitas mulheres querem saber logo quando engravidam é: ‘’será que posso fazer atividade física durante a gestação? ‘’Será que devo começar a praticar alguma atividade agora, para preparar meu corpo para o parto?’

A verdade é que ‘’os benefícios de se movimentar durante a gestação vão desde a prevenção de doenças, como diabetes gestacional e pré-eclâmpsia, até maiores chances de o bebê nascer de parto normal’’, explica a fisioterapeuta e doutora em saúde da mulher, Vitória Goulart.

Segundo ela, ‘’a gravidez é um processo biológico complexo que tem efeitos profundos no corpo da mulher. Pesquisas recentes indicam que mulheres grávidas saudáveis se beneficiam com a prática de exercício regular. Por outro lado, o sedentarismo pode aumentar o risco do ganho excessivo de peso e das doenças cardiovasculares.’’

A profissional de educação física e especialista em saúde da mulher, Grazielle dos Santos, afirma que colocar o corpo em movimento libera mais endorfina e traz sensação de bem-estar para a futura mamãe, além de aumentar a autoestima. As mulheres no período gestacional tem uma carga hormonal elevada que pode durar até um ano pós-parto. As atividades físicas ajudam a controlar esses hormônios e com isso reduzir a  probabilidade de uma depressão pós-parto, que é muito comum.

Os exercícios devem ser orientados e sempre realizados de uma forma moderada para não competir com a demanda energética do bebê neste período. Entre as modalidades mais recomendadas estão aquelas de baixo impacto, como hidroginástica, ioga e pilates. “Caminhar meia hora por dia também é ótimo, pois melhora muito a função cardiorrespiratória da gestante”, diz Grazielle. Vestir roupas leves, usar um calçado confortável, alimentar-se adequadamente e tomar bastante líquido para hidratar, tanto antes como depois dos exercícios, são recomendações fundamentais que devem ser seguidas.


Foto Baby FoodE / Atividade física durante a gestação melhora a saúde da mãe e do bebê

No puerpério ou pós-parto o papel do exercício físico é também de grande importância. Segundo Vitória Goulart e Grazielle dos Santos, ele melhora a recuperação das mulheres no pós-parto, reeduca a função respiratória, estimula o sistema circulatório, previne tromboses, restabelece a função gastrintestinal, retoma o condicionamento cardiovascular, reeduca a musculatura abdominal, otimiza o trabalho muscular necessário às adaptações do corpo da mulher para a amamentação e cotidiano postural com o bebê.


Fontes:
Vitória Goulart, Fisioterapeuta, Doutora em Saúde da Mulher e criadora do Projeto Mães em Movimento. CREFITO 4-62152F

Grazielle dos Santos Figueira, Profissional de Educação Física, Especialista em Saúde da Mulher e membro do Projeto Mães em Movimento. CREF 6-20745G/MG

O PROJETO MÃES EM MOVIMENTO

Criado em 2015 pela Fisioterapeuta e Doutora em Saúde da Mulher, Vitória Goulart, o Projeto Mães em Movimento tem como filosofia devolver a autoestima à mulher, promover a conscientização em relação à saúde alimentar, física e mental e, principalmente, reforçar os laços entre mãe e filho e entre mulher e a família. Tudo isso é feito por meio da prática de atividades físicas da mãe com seu filho e família e da conscientização de hábitos saudáveis propagados em palestras educativas.

Veja também

Compartilhar

Sobre Rubia Rocha

Rubia Rocha, publicitária, designer e apaixonada por artesanato, estava decidida a produzir o seu próprio casamento na intenção de encontrar alternativas criativas para subir ao altar. Para se organizar melhor, começou a arquivar as melhores inspirações e ideias no Blog do casamento, que hoje é referência no assunto.



Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado Os campos obrigatórios estão marcados com *