Como escolher o vinho para casamento

Algumas regras são básicas quando se pensa em casamento. Em uma festa ou um jantar onde é preciso pensar no cardápio e nas bebidas – que não podem faltar – dentre elas está o tão apreciado e nunca desprezado fruto dos deuses: o vinho.

Na escolha do melhor vinho para casamento, a melhor regra a seguir é escolher um vinho da qualidade conhecida como universal, um vinho leve, que possa agradar a maior parte dos convidados. Esses vinhos leves podem ser encontrados entre os elaborados com as castas Pinot Noir e Gamay, que sempre são bem apreciados, por serem vinhos divertidos, próprios para festas e confraternizações.

Os vinhos brasileiros destacam-se naturalmente pela sua qualidade, aroma e sabor.

Pode-se encontrar bons vinhos sem um grande dispêndio de dinheiro. Não é preciso que seja um espumante, como o Champagne. Os espumantes brasileiros, em sua grande maioria, estão conseguindo superar a qualidade de muitos vinhos internacionais. Os produtos feitos pela Lidio Carraro e pela Cave Geisse, por exemplo, já nem podem ser confundidos com vinhos internacionais: eles possuem personalidade própria, destacam-se naturalmente.

A quantidade do vinho vai depender unicamente do número de convidados, mas isso não precisa ser uma preocupação, pois os fornecedores de vinho, em sua maioria, estão acostumados a trabalhar com festas e eventos, sendo contratados através do sistema de consignação, onde o promotor da festa só irá pagar pelo que foi consumido.

Festa de casamento com jantar

Se por acaso a festa de casamento for acompanhada por um jantar, a preocupação deve ser com a harmonização do vinho,  ou seja, oferecer o vinho certo para combinar com os pratos oferecidos.

Num jantar, mesmo que seja recomendado um vinho mais encorpado, o aconselhável é buscar vinhos mais leves. Afinal, existem pessoas dos mais variados gêneros e gostos, e o vinho universal traz essa grande qualidade: é capaz de agradar a qualquer paladar, sendo apreciado por qualquer pessoa, independente de seu favoritismo.

Para jantar de casamento, escolha o vinho seguindo o menu: tinto para carnes, brancos para peixes e frutos do mar

Os vinhos mais aconselhados para um jantar de casamento são aqueles provenientes de castas como Gamay, Pinot Noir, Covina, Lambrusco e Molinara. Isso, se o cardápio for composto de carnes vermelhas como prato principal.

Para quem prefere um jantar de casamento com o cardápio de peixes e frutos do mar, faça a opção pelo vinho branco, também mais leve, que possa acompanhar com requinte a refeição. Tenha em mente um Chardonnay, já que essa casta oferece boa acidez e corpo médio, combinando bem com o cardápio.

No jantar de casamento, caso seja essa a opção, diferentemente da recepção, onde se bebe mais, acompanhando os acepipes, a quantidade de vinho deve ser melhor regulada. Geralmente, uma garrafa de vinho pode servir a pelo menos seis pessoas.

Não é recomendado fazer um mix de vinhos, com os tintos, brancos e roses. Procure mostrar qualidade com uma preferência, ou com um mix de vinhos tintos, de sabores e aromas diferenciados, sem se exceder na variedade. Caso considere necessário busque um bom espumante, eles sempre são os preferidos pelas mulheres, mas não descarte um vinho um pouco mais encorpado se quer fazer bonito no seu grande dia ;)

  • 0

    Avaliação geral

  • Avaliação das leitoras: 0 Votos

Compartilhar

Sobre Rubia Rocha

Rubia Rocha, publicitária, designer e apaixonada por artesanato, estava decidida a produzir o seu próprio casamento na intenção de encontrar alternativas criativas para subir ao altar. Para se organizar melhor, começou a arquivar as melhores inspirações e ideias no Blog do casamento, que hoje é referência no assunto.

Você também poderá gostar de

One comment

  1. Mariana
    24 de setembro de 2015 at 15:02

    Que legal! Boa dica :)

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado Os campos obrigatórios estão marcados com *