Marcando a data do casamento

Marcar a data do casamento também pode ser uma escolha planejada. Você pode escolher uma data simbólica como o dia do casamento dos seus avós, para poder comemorar juntos as bodas deles, por exemplo, ou então fazer uma escolha estratégica, para organizar melhor as suas finanças ou na estação do ano que mais combina com o tipo de recepção que vocês pretendem fazer.

Existem muitas dicas boas que você precisa saber antes de marcar a data do seu casamento. Para isso recomendo esse vídeo. (não esqueça de se inscrever no canal hein!)

Agora que você já tem uma boa base, vamos mudar o foco para o calendário, considerando as estações do ano e suas vantagens e desvantagens:

Janeiro

É um mês onde boa parte das pessoas está de férias, se sua lista de convidados tem bastante gente de fora, poderá ser uma boa opção. O lado ruim da história é que alguns fornecedores de casamento também tiram férias neste período, e considere que em pleno verão, as tempestades são muito frequentes.
Se você optar por casar em janeiro, não esqueça de adaptar seu cardápio de casamento para alimentos mais leves e bebidas mais refrescantes.

Fevereiro

Geralmente fevereiro é o mês do carnaval. Casar no feriadão pode ser uma boa se você tem certeza de que seus convidados trocariam uma praia por uma festa de casamento, caso contrário, marque a data para um outro fim de semana.

Se você está com o orçamento restrito, é bom considerar que sair em lua de mel bem em época de carnaval (alta temporada) poderá sair bem mais caro que o previsto.

Março

Neste mês o calor já diminui um pouco, o que ajuda os homens que precisam usar trajes mais formais. Se você está pensando em fazer um destination wedding, poderá ter muitos benefícios para alugar casas, ou fazer reservas em hotéis e resorts, pois em março começa o período de baixa temporada, e os valores sofrem uma redução considerável.  O mesmo acontece com as viagens de lua de mel. A partir de março as empresas de turismo começam a oferecer pacotes com preços reduzidos para garantir as vendas.

Abril

O mês de abril é um ótimo mês para casar. O calor escaldante dá uma trégua e o período de chuvas reduz bastante. Ponto para quem quer fazer um casamento ao ar livre. A temperatura fica mais amena e os convidados se sentem muito mais confortáveis sem suar rios em seus trajes.

Maio

Maio é o mês das mães e o mês de Maria (para os católicos), por isso você pode ter um pouco de dificuldade de conseguir data para esse período – que também é tradicionalmente conhecido como mês das noivas.

Existe uma desvantagem bem grande para os noivos que escolhem esse mês: as flores sofrem um aumento considerável e o valor da decoração pode ficar bem mais caro do que você planejava. Uma saída neste caso é optar por uma decoração mais singela, com menos flores e mais objetos decorativos. Veja algumas inspirações aqui.

Junho

Este mês e marcado pelo início do inverno. Com a temperatura mais fresquinha, os convidados ficarão super confortáveis em seus ternos, mas as mulheres poderão sofrer um pouco com o frio. Por isso, não esqueça de providenciar aquecedores, lareiras, ou mantinhas para que nenhuma convidada fique desconfortável com as baixas temperaturas.

Aproveite a estação para servir um cardápio com bebidas quentes e comida um pouco mais calórica, e não esqueça de usar e abusar do frio para deixar a sua decoração bem aconchegante. (Leia: 5 vantagens de casar no inverno)

Julho

As flores da estação sofrem mudanças com relação aos meses anteriores. Ponto para quem ama Tulipas (veja; verdades e mitos sobre as tulipas).

Considere os mesmos conselhos do mês de Julho para o cardápio, bebidas e o conforto dos convidados.

A baixa temporada no mês de julho é interrompida devido as férias escolares, por isso os pacotes de viagens podem ficar mais caros neste mês.

Agosto

Eu já falei sobre isso em um vídeo no canal. Agosto é um mês que por algum motivo não é muito requisitado para casar (existe aí um caso de superstição com o pobrezinho), por isso, é um mês fácil para conseguir datas disponíveis.

Dependendo do fornecedor, você poderá ganhar um bom desconto devido a baixa procura. Se você não for supersticiosa, aproveite para pechinchar e garantir ótimos negócios! A baixa temporada nas agências de turismo retornam a oferecer pacotes para lua de mel bem mais econômicos.

Setembro

Setembro é um mês lindo! Mês do meu aniversário =P, começo da primavera e que abre a contagem regressiva para o fim do ano. O problema é que ele tem sido o mês queridinho dos casais, superando inclusive o mês de maio. Por isso, você poderá ter problemas para conseguir data. Antecipe-se e prepare-se para valores mais inflacionados.

Outubro

A primavera nesta época está bem estabilizada, com boas opções de flores da estação e quase nada de chuva, apesar das temperaturas amenas. (Veja: Flores da primavera)

É considerado um mês concorrido, primeiro pela estação do ano, segundo porque quem não conseguiu data para setembro, transfere sua preferência para outubro, e terceiro porque os meses do fim do ano são sempre os mais requisitados.

Não esqueça que outubro também é “o mês da eleição” por isso se o seu casamento for em um ano eleitoral, consulte as datas e evite casar nos dias do 1° e 2° turno.

Novembro

Este mês é marcado por 2 feriados, o que é ótimo para quem tem muitos convidados de fora. Em novembro geralmente recebe-se a primeira parcela do 13°, que pode ser um alívio para sanar as despesas do casamento, além de ser o último mês da baixa temporada para sair em lua de mel.

Dezembro

Segundo o IBGE, dezembro é o mês que que mais acontecem casamentos no país. O 13° salário e as festas de fim de ano acompanhadas de recesso coletivo dão um fôlego para os recém casados poderem organizar a casa.

Por ser um mês muito requisitado para casamentos, formaturas e eventos corporativos, os valores dos contratos podem aumentar um pouco. Além disso dezembro é um mês quente e com muitas tempestades tropicais.

Se escolher este mês, considere um cardápio leve, com bebidas refrescantes e geladinhas, e invista no conforto dos convidados colocando a disposição de todos, repelentes e sombrinhas, caso o casamento seja ao ar livre.

Dezembro (assim como janeiro, fevereiro e julho), é considerado um mês de alta temporada, por isso os pacotes de viagens ficarão mais caros.

Veja também

Compartilhar

Sobre Rubia Rocha

Rubia Rocha, publicitária, designer e apaixonada por artesanato, estava decidida a produzir o seu próprio casamento na intenção de encontrar alternativas criativas para subir ao altar. Para se organizar melhor, começou a arquivar as melhores inspirações e ideias no Blog do casamento, que hoje é referência no assunto.



Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado Os campos obrigatórios estão marcados com *