O que você precisa saber sobre o Zika vírus na gestação

Se você é gestante ou tentante, deve estar de cabelo em pé com todas essas notícias sobre o surto da dengue, do Zika Vírus e da Febre Chikungunya. Entendo perfeitamente sua preocupação pois segundo o Ministério da Saúde, foram identificados 1,5 milhão de casos de dengue no país de janeiro até 14 de novembro, um aumento de 176% em comparação ao mesmo período do ano passado.

Esse mesmo mosquito da dengue, também transmite o Zika Vírus – que não é contagioso ou seja a única forma de pegar a doença é através do Aedes aegypti.

zika_virus_microcefalia

Sintomas

O Zika vírus tem os sintomas mais fracos que os da dengue e tendem a desaparecer de 4 a 7 dias, mesmo assim vale lembrar que se há suspeita, o melhor a fazer é procurar um médico. Veja os principais sintomas:

  • Febre, entre 37,8°C e 38,5°C;
  • Dor nas articulações, principalmente das mãos e pés;
  • Dor nos músculos do corpo;
  • Dor de cabeça, que se localiza principalmente atrás dos olhos;
  • Conjuntivite, que é uma inflamação do olho e que provoca cor avermelhada dos olhos, sensação de picada que leva a lacrimejar, inchaço das pálpebras e secreção amarela;
  • Hipersensibilidade nos olhos, e maior sensibilidade à luz do dia;
  • Manchas vermelhas na pele, que iniciam na face e que se podem espalhar pelo corpo e, que podem ser confundidas com sarampo;
  • Cansaço físico e mental.

Prevenção

# Todo mundo está cansado de saber como devemos nos prevenir do mosquito,o combate se dá através da eliminação de qualquer recipiente com água parada em nossas casas, quintais e jardins. Vale lembrar que o mosquito se reproduz em água limpa e parada e prefere um ambiente mal tampado do que totalmente aberto, por isso, fique bem atendo a ralos e caixas d´água mal vedadas além de plantas como bromélias que podem acumular água da chuva em suas folhas e também ao lixo, pneus e poças.

zika_virus_microcefalia2

# Para as regiões com infestação da doença, além de limpeza é importante se proteger com repelente (que pode ser caseiro!). O mosquito geralmente pica  ao entardecer e à noite.

# Para evitar a microcefalia no bebê a gestante pode tomar medidas como:
Não tomar bebidas alcoólicas
Não usar medicamentos durante a gravidez sem indicação do obstetra;
Evitar a toxoplasmose e doenças infecciosas como herpes e rubéola, tomando as vacinas e medidas necessárias;
Evitar a contaminação com mercúrio e outros metais pesados.
Usar repelente de 6 em 6 horas, no corpo e na roupa
Usar roupas com manga comprida, calças e meias ao entardecer e à noite.

Tratamento para o Zika Vírus:

Em adultos: O médico poderá prescrever remédios para dor e febre, anti-inflamatórios, colírios e anti alérgicos, repouso por 7 dias, com dieta a base de vitaminas,  minerais e muita ingestão de água.

Dica: NUNCA se auto medique. Procure um médico para acompanhar e indicar o melhor tratamento para o seu caso.

Em bebês: O pediatra poderá prescrever Paracetamol ou Dipirona. A dose pode variar de acordo com a idade e peso do bebê.

Os sintomas da Zika em bebês e crianças são semelhantes aos dos adultos, incluindo febre, dores e sensibilidade nos olhos, além de manchas vermelhas e coceira na pele. Além disso, o bebê com Zika tende a chorar com facilidade, mexer muito seus bracinhos e perninhas, ter manchinhas vermelhas na pele, além de estar quente e ter os olhos vermelhos e lacrimejando.

Zika Vírus na gestação

Apesar do vírus não ser contagioso, pesquisas revelam que é possível transmitir a doença através do sêmen, do leite materno e durante a gestação.  Nestes casos a doença pode evoluir para Microcefalia ou a síndrome de Guillain- Barré.

Microcefalia:

A microcefalia é uma doença em que a cabeça e o cérebro das crianças são menores que o normal para a sua idade, o que prejudica o seu desenvolvimento mental, porque os ossos da cabeça, que ao nascimento estão separados, se unem muito cedo, impedindo que o cérebro cresça e desenvolva suas capacidades normalmente.

Acredita-se que a microcefalia possa acontecer devido a uma alteração no sistema imune que faz com que o vírus possa atravessar a placenta e chegar até o bebê causando má formação cerebral.

Por isso, as grávidas que tiveram Zika no início ou no fim da gravidez, podem ter bebês com microcefalia, mas não é por isso que todas as grávidas precisam se preocupar porque nem todas as que tiveram Zika durante a gravidez terão bebês com microcefalia, porque esta é uma situação rara. As maiores chances do bebê ter microcefalia ocorrem nas gestantes que já tiveram dengue alguma vez e que tiveram Zika no primeiro ou no último trimestre de gestação.

Além disso, se a mulher já teve Zika quando não estava grávida não existe a possibilidade do bebê ter microcefalia se ela engravidar depois dos sintomas estarem controlados.

O diagnóstico da microcefalia pode ser feito durante a gestação através do exame de ultrassom morfológico, mas também pode ser feito depois do nascimento do bebê, através da medição do tamanho da cabeça da criança. Outros exames como ressonância e tomografia podem ser realizados para indicar o grau de comprometimento cerebral e suas possíveis consequências.

microcefalia

Síndrome de Guillain- Barré.

A Síndrome de Guillain-Barré é uma doença neurológica grave caracterizada pela inflamação dos nervos e fraqueza muscular, que em alguns casos pode ser fatal. Geralmente ela é diagnosticada após algumas semanas de uma infecção viral como dengue ou Zika Vírus, por exemplo.

Fonte

Veja também

Compartilhar

Sobre Rubia Rocha

Rubia Rocha, publicitária, designer e apaixonada por artesanato, estava decidida a produzir o seu próprio casamento na intenção de encontrar alternativas criativas para subir ao altar. Para se organizar melhor, começou a arquivar as melhores inspirações e ideias no Blog do casamento, que hoje é referência no assunto.



Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado Os campos obrigatórios estão marcados com *